Igreja usará drones para lançar Bíblia em área controlada pelo Estado Islâmico

Uma igreja sueca revelou um plano audacioso: utilizar drones para lançar milhares de pequenas bíblias eletrônicas em áreas controladas pelo grupo terrorista Estado Islâmico.

A Livets Ord [Palavra de Vida], sediada em Uppsala é uma das maiores igrejas evangélicas da Suécia. Seu desejo é que as Escrituras cheguem às vítimas da guerra no Iraque.

“Nossa ambição é transmitir a esperança e o amor do evangelho a uma população que vive em áreas fechadas, onde estão sendo privadas dos direitos humanos”, afirmou nota em seu site.

“As Bíblias são do tamanho de uma caixa de remédio e possuem um display para leitura. Não precisam de eletricidade, funcionam com baterias solares”, explica o pastor Christian Åkerhielm, diretor de missões da congregação. Eles fizeram parceria com uma organização cujo nome não foi revelado, para que o material em árabe chegue ao seu destino.

Os drones militares, com 3 metros de diâmetro, voam em grande altitude e são controlados remotamente. Não há informações sobre o custo total do projeto nem a data em que será executado.

Evangelização e ação social

Desde que a inciativa da igreja foi revelada publicamente, parte da mídia tratou a ideia com deboche, lembrando dos ataques de drones dos Estados Unidos, que resultaram em mortes de alvos selecionados.

O pastor Christian tem enfatizado que a distribuição das Bíblias é apenas outra faceta do trabalho que já fazem na região. Eles ajudam e alimentam muitas pessoas nos campos de refugiados.

“O projeto tem sido retratado pela imprensa como um ataque aéreo ao EI, como se o grupo terrorista fosse nosso principal alvo. Isso não é verdade”, esclarece Akerhielm. “Este projeto missionário não está ligado a qualquer ação militar, nem propõe qualquer forma de agressão. Se parece mais com o tradicional contrabando de Bíblias.”

Ele assegura que a Grande Comissão é a maior prioridade da igreja, pois “sentimos a urgência de alcançar muitos países e culturas deste mundo”. O pastor Joakim Lundqvist, que lidera a Palavra de Vida, faz eco, explicando que para eles a igreja “é mais que um prédio” e seu principal objetivo é “difundir o Evangelho em todo o mundo”.

Segundo relatório recente do Minority Rights Group, a população cristã no Iraque caiu drasticamente. Dos 1,4 milhão em 2003 restaram menos de 250.000 hoje. Desde que o Estado Islâmico começou sua ascensão, estabeleceu seu califado em uma grande área que inclui porções do Iraque e da Síria. Em sua guerra religiosa, os extremistas vêm matando todos os infiéis que se recusam a aceitar o Islã, em especial os cristãos. Com informações de Washigton Post.


GOSPEL PRIME

Categoria: Internacional

Deixe seu Comentário